Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

TELHADELA

Perspectivas e considerações

TELHADELA

Perspectivas e considerações

Arthur Domingues Pinto

 

Arthur Domingues Pinto

 

Este ilustre cirurgião, nascido em Telhadela, em 1909, foi descendente de António Domingues Pinto e sua esposa Maria de Jesus, ambos naturais de Telhadela, Albergaria-a-Velha.

O pai de Arthur, António Domingues Pinto, cedo emigrou para a cidade de Santos, (Brasil), vindo a tornar-se num dos mais importantes industriais da referida cidade, estamos a falar dos primórdios do século XX.

Na sua constante ida e volta entre Albergaria e Santos, chegou a ocupar a vice-presidência da Câmara de Albergaria-a-Velha, na Monarquia e a presidência da Junta de freguesia da Ribeira de Fráguas, já na República.

Teve larga descendência, nove filhos, alguns nasceram em Portugal, outros no Brasil. Arthur, viria tornar-se num dos mais conceituados cardiologistas do Brasil, isto em meados do século XX, e pioneiro na América do Sul em algumas técnicas cirúrgicas cardiovasculares.

Foi membro efectivo do Instituto Histórico e Geográfico de Santos, tendo ocupado a cadeira número 178.

De realçar que o maior hospital da cidade de Santos, SP, ostenta o seu nome.

 

Em novembro de 1948, Arthur Domingues Pinto, em Santos, realizou a primeira cirurgia de Blalock-Taussig no Brasil. Em 24 de junho de 1950, operou o primeiro caso de coarctação da aorta.” 1

 

 

Só para que fique registrado, papai nasceu mesmo por aí, (Telhadela),em 1909, foi registrado em Vila Nova de Gaia e foi pequenino para o Brasil. Foi declarado cidadão brasileiro em 22 de fevereiro de 1938, por meio de Título Declaratório expedido pelo Ministério da Justiça e Negócios Interiores, em nome do Presidente da República, em conformidade do decreto nº 6948, de 14 de maio de 1908, combinado com o artº 115, letra C, da Constituição da República do Brasil.

Após a sua morte, em 21 de Fevereiro de 1986, a Beneficência Portuguesa (Sociedade Portuguesa de Beneficência), hospital onde ele iniciou sua carreira em 1932 como Médico Interno e que já em 1936 era Cirurgião Chefe do Serviço de Cirurgia Geral de Mulheres e Ginecologia, prestou uma homenagem em seu Jornal Informativo que circulou em Julho/Agosto daquele ano, e que reproduzo abaixo: 2

 

 

Fontes:

 

Internet - 1 Pequena história da cirurgia cardíaca e tudo aconteceu diante de nossos olhos - RBCCV - Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular.

              - 2 Arthur Domingues Pinto Jr. (Filho), Telhadela, Junho de 2011, com alguns e-mails de suporte.

http://www.novomilenio.inf.br/santos/h0260d23.htm

Bibliografia - Albergaria-a-Velha 1910- da Monarquia à República, FERREIRA, Delfim Bismarck, VIGÁRIO, Rafael

Telhadela - Perspectiva Histórica e Etnográfica, JESUS, Nuno, CAMPOS, Emília, MARQUES, Vera

 

 

 

1 comentário

Comentar post